Warning: Declaration of HSM_PageTitle::load($meta) should be compatible with HSM_Module::load($meta = '') in /home/namidia/public_html/wp-content/plugins/headspace2/modules/page/page_title.php on line 0

Warning: Declaration of HSM_Description::load($meta) should be compatible with HSM_Module::load($meta = '') in /home/namidia/public_html/wp-content/plugins/headspace2/modules/page/description.php on line 0

Warning: Declaration of HSM_Tags::load($meta) should be compatible with HSM_Module::load($meta = '') in /home/namidia/public_html/wp-content/plugins/headspace2/modules/page/tags.php on line 0

Warning: Declaration of HSM_JavaScript::load($meta) should be compatible with HSM_Module::load($meta = '') in /home/namidia/public_html/wp-content/plugins/headspace2/modules/page/javascript.php on line 0

Warning: Declaration of HSM_Stylesheet::load($meta) should be compatible with HSM_Module::load($meta = '') in /home/namidia/public_html/wp-content/plugins/headspace2/modules/page/stylesheet.php on line 0

Warning: Declaration of HSM_Stylesheet::init() should be compatible with HSM_Module::init($args) in /home/namidia/public_html/wp-content/plugins/headspace2/modules/page/stylesheet.php on line 0

Warning: Declaration of HSS_Analytics::load($data) should be compatible with HS_SiteModule::load($meta = '') in /home/namidia/public_html/wp-content/plugins/headspace2/modules/site/analytics.php on line 0
Sebrae/SC | Na Mídia – Assessoria de Imprensa

Sebrae/SC

Rodada de negócios no setor calçadista conta com projetos desenvolvidos pelo Sebrae/SC

Posted by | Geral | No Comments

A 28ª edição da SC Trade Show, uma das maiores feiras calçadistas do país, teve projetos realizados através de uma parceria do Sindicato das Indústrias de Calçados de São João Batista (Sincasjb), com o Sebrae/SC. A rodada de negócios, que reuniu fabricantes, lojistas e clientes, no Infinity Blue Resort & Spa, em Balneário Camboriú, entre os dias 24 e 26, contou com capacitações, consultorias e lançamento das tendências para a próxima estação.

A primeira edição do projeto “Minha Primeira SC Trade” trouxe de forma inédita à feira oito empresários de São João Batista e região, nas mais variadas categorias, como bolsas, assessórios, sapatos de bebê e fabricantes de calçados adulto. O objetivo da ação foi proporcionar aos empresários o primeiro contato fora do ciclo de negócios deles, mostrando seus produtos em um espaço com localização estratégica, na porta do evento.

Para o expositor da Show Rio Calçados de São João Batista, Gregor Mazera, a rodada é uma excelente oportunidade para lançar as tendências do segundo semestre. “Para nós micro e pequenos empresários é muito importante participar desse evento organizado pelo sindicato, que é o lançamento da moda para o segundo semestre. A feira é a primeira do Brasil a lançar a moda e nos coloca na vitrine para diversos clientes. Participar de feiras é sempre muito pesado financeiramente, mais com o subsídio do Sebrae e a ajuda do sindicato e prefeitura facilita bastante para estarmos aqui apresentando nossas coleções para os clientes de todo o Brasil”, ressalta.

O município de São João Batista é um dos polos calçadistas mais relevantes do país, por isso o Sincasjb, em parceria com o Sebrae/SC, selecionou grupos de importadores de países como Peru, Equador e Paraguai para que exportem produtos confeccionados da cidade. Durante os três dias, os empresários participaram de reuniões, conhecerem fábricas, passearam pelos stands e compraram os produtos de empresários batistenses.

O importador Alba Calderon, do Equador veio participar pela primeira vez da SC Trade Show e realizou ótimos negócios para sua empresa. “Fiquei três dias na feira e consegui comprar produtos de nove empresas diferentes para abastecer as dezoito lojas que tenho no país. Gostei bastante das informações que consegui obter sobre a moda daqui. Eu já comprava de quatro empresas de São João Batista, mas graças a feira consegui ampliar o número de contatos e fornecedores”, explicou.

Segundo o Gerente do Sebrae da Foz, Eng. Sérgio Fernandes Cardoso, o Sebrae/SC participa ativamente da feira desde sua primeira edição, auxiliando os lojistas na construção da sua marca. “O evento desde o início surge como uma grande oportunidade para os empresários de São João Batista e região mostrarem os seus produtos, diminuindo a sazonalidade para que tenham bons resultados. Com isso são gerados mais empregos e rendas que impactam na economia da cidade. A missão do Sebrae é atender o mercado e os bons negócios gerados no município”, finaliza.

Texto: Bianca Pereira

Sebrae lança segunda etapa do projeto Cidade Empreendedora em Bombinhas

Posted by | Economia | No Comments

Com a proposta de dar continuidade nas ações de fortalecimento da gestão municipal, o Sebrae/SC, em parceria com a Prefeitura de Bombinhas, lançou na última sexta-feira, 26, o ciclo 2 do Programa Cidade Empreendedora no município. O projeto apresentado logo após a Semana Municipal do Turismo para autoridades e sociedade civil, teve sua primeira etapa iniciada no município em 2017, com 34 soluções. Nesta segunda etapa, haverá o acompanhamento das ações desenvolvidas para fortalecer a economia local.

O Secretário de Turismo de Desenvolvimento Econômico, Carlos Cândido, abriu a apresentação do projeto ressaltando o impacto no setor. “O programa auxiliou os empresários de Bombinhas na formalização de seus negócios com a implementação da sala do empreendedor, onde agora o pequeno empresário consegue resolver todos os passos para abrir sua empresa. Também trouxe para o município diversas ideias que nos orientaram a entender melhor como funciona nossa economia e dar foco ao principal eixo econômico da cidade, que é o turismo”, destacou.

A parceria do poder público municipal de Bombinhas com o Sebrae/SC resultou em diversas ações como, por exemplo, a criação da Sala do Empreendedor, que contou com o atendimento de aproximadamente 3 mil pessoas nos primeiros nove meses, a elaboração da Semana do Microempreendedor, com a lei municipal contribuindo para a formalização dos pequenos empresários e realização dos projetos de Educação Empreendedora com o Jovens Empreendedores Primeiros Passos (JEEP) e Crescendo e Empreendendo.

Para o Prefeito Paulo Henrique Dalago Muller, o programa traz inúmeras ações que impactam diretamente na economia. “Conseguimos sair da informalidade e dar espaço para que novos empresários queiram investir na nossa cidade, fomentando a nossa economia de uma forma diferente e trazendo resultados positivos desde a inserção das ações com os jovens e crianças dentro das escolas. Acredito que eles são os futuros empresários da nossa cidade e por isso é tão importante darmos continuidade nesses projetos”, explicou.

Também foram aplicadas durante a primeira etapa, a Gestão Orientada de Resultados, com a instalação de um software para integrar a comunicação interna e entender as ações planejadas dentro da prefeitura e apresentado um estudo com a atualização do município em números que mostrou a realidade socioeconômica do município. Além disso, foi feita a instalação do setor de Compras Governamentais e implementação do Smart City, uma ferramenta inovadora para trabalhar as licitações de compras.

A Deputada Estadual, Ana Paula da Silva, esteve presente no evento e ressaltou o trabalho realizado com o programa na cidade desde a época em que era Prefeita no município. “Eu estava à frente da prefeitura durante o primeiro pacto com o Sebrae e sei bem que esse projeto tem a missão de nos ajudar a estabelecer conexões e parcerias, fazendo com que o fluxo de desenvolvimento do município cresça. Esta nova etapa de trabalho com certeza vai capacitar ainda mais os cidadãos desta cidade para institucionalização dos seus negócios, orientando as pessoas a seguirem o caminho certo. Estamos desenhando um novo quadro na história da cidade que só tem a evoluir”, ressaltou.

O idealizador do programa e Gerente do Sebrae da Foz, Eng. Sérgio Fernandes Cardoso, encerrou a apresentação do projeto destacando todo o processo. “É uma cidade antes e depois da gestão municipal aplicada aqui. Tenho certeza que o trabalho contribuiu e muito para o fortalecimento econômico do município. Nós ouvimos todas as dúvidas e sugestões para melhorar as ações e agora no segundo ciclo será hora de planejar e colocar em prática para fazermos de Bombinhas uma cidade ainda melhor”, finalizou.

Texto: Bianca Pereira

Sebrae/SC oferece capacitação para microempreendedores em Tijucas

Posted by | Empresarial | No Comments

Para auxiliar o microempreendedor com as responsabilidades do dia-a-dia no seu negócio, o Sebrae de Tijucas está realizando todas as terças feiras, as 9h, a oficina “MEI Na Prática”. Podem participar todos os microempreendedores da região e quem pretende se formalizar. A capacitação acontece no auditório do Sebrae, em Tijucas. As inscrições são gratuitas.

Durante a oficina, serão trabalhados temas como o processo de formalização do microempreendedor individual, as vantagens de se tornar um MEI, alteração, baixa, cancelamento e desenquadramento. O curso dá início ao processo de formalização pelo portal do empreendedor, compreendendo de forma ampla a obtenção de alvarás, importância do pagamento do carnê do MEI (Guia DAS) e da declaração de rendimentos anual, além de conhecer mais sobre o processo de emissão de notas fiscais, entre outras soluções complementares que o Sebrae tem para auxiliar os microempreendedores individuais a potencializarem o seu negócio.

Os interessados podem se inscrever pelo telefone (48) 3263-0830 ou 0800 570 0800. O auditório do Sebrae de Tijucas fica localizado na rua Leoberto Leal, 185 – Centro de Tijucas.

Texto: Bianca Pereira

Sebrae/SC lança o projeto Cidade Empreendedora em Porto Belo

Posted by | Empresarial | No Comments

Com o objetivo de desenvolver soluções para incentivar a economia local, o Sebrae/SC, em parceria com a Prefeitura Municipal de Porto Belo, lançou na noite desta quarta-feira, 3, o Programa Cidade Empreendedora. O projeto, apresentado para o prefeito, demais autoridades, empresários e sociedade civil, terá a implementação de 26 soluções e mais de 300 ações de intervenção na cidade.

A Presidente da Fundação Municipal de Turismo e Desenvolvimento Econômico de Porto Belo, Zene Drodowski, abriu a apresentação do programa ressaltando a importância das ações para o desenvolver a economia local. “É um projeto inovador que está trazendo bons resultados para as cidades vizinhas, por isso estamos muito felizes por conseguirmos, através do poder legislativo, trazer esse programa para Porto Belo. Com essas 26 soluções o nosso ambiente ficará fértil para que novas empresas possam se instalar por aqui. Sem dúvidas, nossa cidade só tem a se desenvolver economicamente com todas as ações que serão realizadas até 2020.”, ressaltou.

Entre as soluções que serão implementadas na cidade, está a Liderança Municipal que identifica as pessoas que farão o desenvolvimento acontecer, a Desburocratização, para alinhar os processos internos na abertura de novos negócios, além da criação da Sala do Empreendedor e os projetos educação empreendedora, através do Jovens Empreendedores Primeiros Passos (Jepp) e o Crescendo e Empreendendo.

Também será instalado o setor de Compras Governamentais, para que o governo compre do microempreendedor e pequeno empresário, o Plano de Gestão Municipal para definir as prioridades e estratégias de desenvolvimento e a Gestão Estratégica Orientada a Resultados, (GEOR) para que o prefeito monitore os projetos desenvolvidos no município.

O Prefeito Municipal de Porto Belo, Emerson Luciano Stein, destaca que a instalação do programa Cidade Empreendedora no município facilitará a abertura de empresas, trazendo novas oportunidades de emprego. “Temos certeza que a nossa parceria com o Sebrae fará com que a burocracia na abertura de empresas seja menor. A criação de um espaço para adequar todos os tramites e fazer com que o grande e pequeno empresário e os microempreendedores saiam com tudo encaminhado e projetado, facilitará a abertura de negócios na cidade. Nós queremos uma Porto Belo com mais geração de emprego, com mais empresas instaladas para que se transforme em uma verdadeira cidade empreendedora, onde os jovens aprendem desde o primeiro ano sobre o que é ser um empreendedor”, destaca.

A adesão ao projeto proporciona aos municípios maior desenvolvimento, auxiliando no bem estar da população, nível de consumo e na qualidade de vida. Além disso, diminui a taxa de desemprego e o analfabetismo. Segundo o Coordenador do Sebrae da Foz do Itajaí e idealizador do Programa Cidade Empreendedora, Eng. Sérgio Fernandes Cardoso, esses resultados são conquistados através do trabalho árduo do Sebrae/SC, que atua na transformação do ambiente com capacitações, cursos e implantação das soluções para que Porto Belo seja reconhecida como Cidade Empreendedora. “Nós vamos somar esforços com a prefeitura para transformar o efetivo econômico do município, por meio do maior programa de empreendedorismo do país. Sabemos das dificuldades do empresário, por isso vamos facilitar as burocracias, analisar os potenciais de investimentos e aproximar o poder público do microempreendedor local”, finaliza.

Texto: Bianca Pereira

Curso de empreendedorismo Empretec está com inscrições abertas em Itajaí

Posted by | Empresarial | No Comments

Desenvolver o potencial empreendedor e identificar novas oportunidades de negócio são os propósitos do Empretec, um dos melhores cursos de empreendedorismo do mundo, que será promovido pelo Sebrae/SC, de 6 a 11 de maio, em Itajaí. Com atuação em mais de 34 países e metodologia da Organização das Nações Unidas, o seminário terá seis dias de imersão e 60h de capacitação com dedicação exclusiva dos participantes em técnicas de desenvolvimento pessoal e gerencial. As inscrições estão abertas e as entrevistas seletivas acontecem nos dias 17 e 18 de abril.

O curso proporciona aos participantes a melhora no desempenho empresarial, com maior segurança na tomada de decisões, permitindo que os empreendedores ampliem sua visão de oportunidades e aumentem suas chances de sucesso empresarial. Durante a capacitação os participantes serão desafiados a desenvolver suas iniciativas, perseveranças, criatividades, foco, persuasão, independência, autoconfiança e análise de riscos, para lidar com as situações empresariais do dia a dia.

De acordo com o Consultor do Sebrae, Nilmar Paul, o aumento do faturamento do empreendedor é perceptível em até dois anos após a participação no Empretec. “Temos pesquisas que constatam até 60% de aumento no faturamento dos participantes depois do curso. Também há uma considerável melhora no nível de eficiência empresarial, onde o empresário que participa do curso consegue produzir mais com menos custos e ainda capturar novas visões de negócio, ampliando a rede de contatos para lhe trazer melhores resultados. Sabemos que a cidade tem grandes empreendedores e diversas pessoas esperando a oportunidade certa para empreender e o Empretec irá torná-los mais autoconfiantes e preparados para alcançar os seus objetivos”, destaca.

Os interessados em participar do Empretec deverão realizar uma pré-inscrição, seguida por uma entrevista de seleção para avaliar as características empreendedoras de cada candidato e assim traçar um perfil dos participantes. Os encontros acontecerão na Sede do Sebrae, localizada na rua Brusque, n°650, no Centro de Itajaí, das 8h às 18h. O investimento é de R$1.710,00 e pode ser parcelado em até 7 vezes no cartão. As inscrições deverão ser feitas pelo telefone 0800 570 0800 ou pelo whatsApp (47) 8908.2946.

Texto: Bianca Pereira

Porto Belo realiza adesão ao Programa Cidade Empreendedora para incentivar o crescimento da economia local

Posted by | Empresarial | No Comments

Com a proposta de apresentar as soluções que serão desenvolvidas no município através do Cidade Empreendedora, o Sebrae/SC, em parceria com a Prefeitura Municipal de Porto Belo, se reuniu nesta segunda-feira, 25, em um kickoff meeting com o Prefeito e seus secretários. A reunião serviu para alinhar as demandas com a equipe de governo. O projeto será lançado oficialmente no dia 3 de abril.

Serão 26 ações implementadas pela gestão pública para o desenvolvimento local.  Entre elas, está a criação da Sala do Empreendedor, a Desburocratização, o Plano de Gestão Municipal, a Gestão Estratégica Orientada a Resultados (GEOR), Compras Governamentais, Município em Números, além da educação empreendedora através do Jovens Empreendedores Primeiros Passos (Jepp) e o Crescendo e Empreendendo. Ao todo, vinte profissionais do Sebrae/SC vão auxiliar em todas as etapas do projeto.

Segundo o Prefeito Emerson Luciano Stein, o projeto traz para Porto Belo um novo olhar para o empreendedorismo. “O Governo Municipal tem como foco desenvolver economicamente a cidade e, por isso, a importância desta parceria, que trata do empreendedorismo desde as crianças até o empresariado. É hora de pensarmos no futuro, fomentar a economia local e ouvirmos os profissionais da área e suas novas propostas”, ressalta.

Para o Coordenador do Sebrae da Foz do Itajaí, Eng. Sérgio Fernandes Cardoso, o programa incentiva a diversificação da atividade econômica no município. “O projeto vem com o objetivo de transformar a realidade econômica de Porto Belo dentro de vários eixos de atuação, analisando suas potencialidades e aproximando o poder público com a comunidade e os pequenos negócios locais”, destaca.

Cidade Empreendedora

O Programa Cidade Empreendedora é um projeto desenvolvimento pelo Sebrae/SC, em parceria com as Prefeituras, destinado a incentivar o crescimento da economia local através de diversas iniciativas. Dentro do projeto existem eixos de atuação e ações estratégicas, que visam ampliar o empreendedorismo nos municípios participantes.

Texto: Bianca Pereira

Sebrae/SC oferta capacitações gratuitas aos microempreendedores em Itajaí

Posted by | Empresarial | No Comments

O Sebrae/SC acaba de abrir inscrições para quatro capacitações destinadas aos microempreendedores da região com assuntos relacionados a planejamento do próprio negócio, definição do preço de venda, aumento de vendas e controle no fluxo de caixa. Os encontros acontecem nos dias 7, 14, 21 e 28 de maio, das 14h às 18h, na Sede do Sebrae, em Itajaí. As inscrições são gratuitas, porém limitadas. Demais cidades que abrangem a regional da Foz do Itajaí, como Tijucas e Brusque, também estão com datas previstas para as capacitações.

A primeira oficina “Como Definir Preço de Venda” acontece no dia 7 e tem como objetivo auxiliar os participantes a definir o valor da venda, calcular os lucros e criar um levantamento de gastos, que influencia diretamente na obtenção do equilíbrio do negócio. Já no dia 14, a oficina “Como Planejar o Meu Negócio” oferece orientações práticas sobre a abertura de uma empresa e a viabilidade do negócio, além de contribuir para que o empresário aprimore as suas habilidades empreendedoras, tenha uma boa administração e simplifique a gestão para fortalecer a sua atividade e crescer.

No dia 21, será a vez da oficina “Como Aumentar suas Vendas” que abordará as habilidades empreendedoras do participante, como a implementação de um bom plano de vendas, estabelecendo promoções adequadas e estratégias que impulsionem os seus negócios. Por fim, no dia 28, a oficina “Como Controlar o Fluxo de Caixa” auxiliará os participantes a gerenciar o fluxo de dinheiro que entra e sai da empresa, com estratégias e planilhas de controle financeiro.

De acordo com o Coordenador do Sebrae da Foz do Itajaí, Eng. Sergio Fernandes Cardoso, a intenção das oficinas é contribuir para uma direção empresarial mais planejada e estratégica, focada em uma gestão empreendedora. As inscrições podem ser feitas pelo WhatsApp (47) 98908-2946 ou pelo 0800 570 0800. A Sede do Sebrae/SC em Itajaí fica situada na rua Brusque, n° 650, no Centro.

Confira as oficinas:
Oficina Como Definir Preço de Venda – 07/05/25019
Oficina Como Planejar o meu Negócio – 14/05/2019
Oficina Como Aumentar suas Vendas – 21/05/2019
Oficina Como Controlar o Fluxo de Caixa – 28/05/2019

Texto: Bianca Pereira

Prêmio Nacional de Educação Empreendedora mobiliza rede de educação

Posted by | Educação, Empresarial | No Comments

Após anos de atividades voltadas à difusão da cultura empreendedora junto aos diferentes espaços de ensino, o Sebrae realizará, em 2019, a 1ª edição do Prêmio Nacional de Educação Empreendedora (PNEE). As inscrições vão até o dia 26 de abril. Para participar, basta estruturar as boas práticas realizadas no ambiente escolar, em que, por meio da educação empreendedora,  o estudante assumiu uma posição proativa.

O PNEE vem sendo implementado pelo Sebrae desde 2013 e o número de capacitações realizadas pelo Programa soma mais de 4 milhões e 200 potenciais empreendedores e 165.498 professores, além de 9.077 instituições parceiras atendidas em todo país. Somente em Santa Catarina foram mais de 6.000 professores capacitados em todos os níveis de ensino, em mais de 70 instituições parceiras. “No ano passado, por meio do Programa Jovens Empreendedores Primeiros Passos, o Sebrae/SC esteve presente em mais de 40 municípios e envolveu mais de 60.000 alunos. Por meio desse programa, buscamos levar a cultura empreendedora para as escolas, visando formar cada vez mais empreendedores capacitados no Estado”, comenta a Gestora do Programa em Santa Catarina, Mariana Vitarelli.

O prêmio está organizado em quatro categorias (ensino fundamental, médio, profissional e superior) e se destina a professores, secretários municipais e estaduais de educação, reitores, diretores e coordenadores em todos os níveis. O reconhecimento acontecerá em três etapas. Na primeira, em nível estadual, após análise por banca avaliadora, serão selecionados os 20 melhores cases (cinco para cada categoria) em cada um dos 26 estados, além do Distrito Federal. Esses professores, gestores e diretores estarão automaticamente classificados para a etapa regional. Nessa fase, serão analisados os 108 projetos e indicados 60 finalistas do país, que passarão por banca avaliadora nacional, responsável por apontar os 12 ganhadores nacionais (1º, 2º e 3º lugares de cada categoria).

As melhores iniciativas estaduais e regionais serão reconhecidas com os troféus ouro, prata e bronze de cada categoria (ensino fundamental, ensino médio, ensino profissional e ensino superior). Já os melhores cases nacionais receberão, além de troféus, um convite para participar de uma missão técnica nacional. Por fim, para os 1º lugares em cada uma das quatro categorias, será concedida também uma oportunidade de apresentar o seu projeto em um evento de visibilidade nacional.

Inscrições

A participação é gratuita e pode ser feita eletronicamente no site educacaoempreendedora.sebrae.com.br

Sebrae/SC promove palestra sobre desafios da gestão neste dia 21, em Brusque

Posted by | Empresarial | No Comments

Com a proposta de melhorar os processos de gestão diante das dificuldades encontradas pelos empresários, o Sebrae/SC, realiza neste dia 21, um Café com Palestra com o tema “Os Desafios da Gestão”, ministrado pela consultora e escritora Patricia Santos. Durante a ocasião também será lançado o Programa Gestão de Indicadores e Resultados (GIR) para empresas da região da Foz do Itajaí. O evento acontece no Hotel Monthez, em Brusque, a partir das 8h. A inscrição é gratuita.

A capacitação será conduzida pela consultora e escritora Patricia Santos, mestre em Engenharia de Produção e Qualidade pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e com MBA em Gestão Estratégica de Vendas e especialização em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Sócia da empresa Conexão Desenvolvimento Organizacional Ltda, já atendeu mais de 900 empresas, inspirando pessoas e organizações.

O evento tem como foco principal apresentar as dificuldades encontradas durante o crescimento de uma empresa, além de apresentar estratégias para o desenvolvimento do negócio, por meio da implantação de modelos avançados de gestão, entre eles o Programa Gestão de Indicadores de Resultados (GIR). A iniciativa é uma solução para potencializar uma visão mais integrada e competitiva de evolução do negócio. A aula inaugural do programa está marcada para acontecer no dia 3 de junho.

Podem se inscrever na palestra empreendedores de toda a região da Foz do Itajaí, através do link: https://www.sympla.com.br/palestra-os-desafios-da-gestao__476332.

Texto: Bianca Pereira

Pequenos negócios usam nomes fantasias para se diferenciar no mercado

Posted by | Empresarial | No Comments

Três em cada quatro pequenos negócios no Brasil têm um nome fantasia e grande parte delas também possui logomarca própria. É o que apontou a pesquisa “O Registro da Marca nos Pequenos Negócios”, envolvendo 4.002 empresários. Apenas 19% deles, porém, procuraram registrar sua marca no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), responsável por conceder o registro, necessário para garantir a exclusividade em seu uso para um produto ou serviço.

O segmento das microempresas (ME) foi onde o uso do nome fantasia mais predominou, com 84%. Os microempreendedores individuais (MEI) também estão adotando esta prática, sendo que 68% dos entrevistados fazem esse uso, enquanto as Empresas de Pequeno Porte (EPP) somam 83%.  Conforme a pesquisa, realizada em agosto, três em cada cinco (59%) empresas entrevistadas já trabalham com uma logomarca própria, um percentual pequeno entre os MEI (42%) e entre os setores da indústria e construção civil (54%). A amostragem considera que, mesmo que ainda apresentem números mais reduzidos, é uma parcela considerável com logomarcas.

De acordo com o Diretor Superintendente do Sebrae/SC, Carlos Henrique Fonseca, o registro de marca é fundamental para garantir a exclusividade do uso. “Quando falamos em pequenos negócios, isso representa um diferencial competitivo com resultados reais que impactam favoravelmente o relacionamento com os clientes. Toda empresa deve cuidar dos seus bens intangíveis”, comenta Carlos Henrique.

Apenas um em cada três entrevistados (34%) já buscou informações sobre o registro da própria marca. O menor percentual está entre os MEI (21%) e do comércio (30%), sugerindo que essa medida é uma preocupação apenas de empresas maiores. Apenas um em cada quatro dos empreendedores (34%) buscou orientações sobre o registro em outras fontes, sendo que o INPI foi a principal origem das pesquisas. Mas, mesmo assim, 81% ainda não fizeram seus pedidos de regularização do uso no instituto. As respostas foram de que nunca precisaram (52%), nunca pensaram nisso (37%), não sabiam que precisava registrar (25%) não sabem como fazer (24%) e os custos do INPI são altos (14%), entre outros. “Conhecer o sistema de marcas é essencial para os pequenos negócios. Em primeiro lugar, deve ser feita uma pesquisa prévia para saber se a marca a ser usada já foi registrada no INPI, de modo a evitar que a empresa seja, futuramente, impedida de utilizar o nome e/ou logo. Além disso, com o registro de marca, a empresa poderá criar sua identidade e impedir que terceiros se aproveitem dela. Vale ressaltar que a parceria com o Sebrae é uma das principais iniciativas para estimular o registro das marcas. Com foco neste grupo, que tem desconto no valor das retribuições, o INPI também simplificou procedimentos e reduziu o prazo de análise para menos da metade do que era há pouco mais de um ano”, explica o presidente do INPI, Luiz Otávio Pimentel.

A maior parte dos entrevistados, principalmente dos segmentos da indústria e construção civil, afirma que recorreu a mais de uma forma para conduzir o processo de registro de sua marca e um a cada três empreendedores (34%) declararam que fizeram os trâmites sozinhos.

A marca pode agregar valor às empresas e aos seus produtos, atraindo e fidelizando o consumidor. A marca registrada, segundo o INPI, garante ao seu titular o direito de uso exclusivo no território nacional em seu ramo de atividade econômica pelo período de 10 anos, a partir da data da concessão. Esse registro pode ser prorrogado por sucessivos períodos de 10 anos. O Sebrae mantém parceria com o INPI para disseminar o uso dos ativos de propriedade industrial para os pequenos negócios. Uma das ações realizadas no âmbito dessa parceria foi o curso online de marcas e patentes do programa InovAtiva. Os vídeos desse curso estão disponíveis no  Youtube.

Principais resultados da pesquisa

  • 76% dos pequenos negócios têm um nome fantasia, sendo que entre os MEI essa proporção cai para 68%
  • 59% possuem uma logo ou logomarca, sendo que entre os MEI essa proporção cai para 42%
  • 34% já procuraram informações sobre registro de marca. O Site do INPI é a principal fonte de informação
  • Apenas 19% dos pequenos negócios já fizeram um pedido de registro de marca no INPI. O principal motivo elencado para não solicitação de registro de marca foi a falta de necessidade
  • Entre as empresas que já fizeram um pedido de registro de marca, 65% tinham conseguido o registro no momento da entrevista

Warning: strrev() has been disabled for security reasons in /home/namidia/public_html/wp-content/plugins/wassup/wassup.php on line 2277

Warning: strrev() has been disabled for security reasons in /home/namidia/public_html/wp-content/plugins/wassup/wassup.php on line 2277

Warning: strrev() has been disabled for security reasons in /home/namidia/public_html/wp-content/plugins/wassup/wassup.php on line 2277